Abertura da I Virada Jurídica Cultural tem aula magna no Complexo Esportivo

Evento realizado na noite de ontem (14) contou com a presença do professor Valmir Pontes Filho
15 de fevereiro de 2017

Evento realizado na noite de ontem (14) contou com a presença do professor Valmir Pontes Filho

Os estudantes do curso de Direito da Faculdade do Vale do Jaguaribe (FVJ) tiveram uma aula diferente na noite de ontem (14). A abertura da I Virada Jurídica Cultural contou com a presença do professor Valmir Pontes Filho, que compartilhou suas experiências de vida e profissionais com os acadêmicos que compareceram ao Complexo Esportivo do Campus da instituição.

Agradecido pelo convite, o professor Valmir afirmou que sempre procura estar disponível quando se trata de falar com estudantes, pois acredita que eles têm muito a contribuir com o país. “Existe uma questão hoje muito preocupante da supremacia constitucional, do respeito inevitável, que não só os cidadãos comuns, mas notadamente os administradores públicos devem ter pelo ordenamento jurídico e, em especial, pela Constituição Federal. Essa preocupação há de começar pelos jovens, pelos estudantes de Direito. Portanto, é um prazer imenso alertá-los a respeito desse tema”, disse.

Fazer da faculdade um espaço de debate, discussão e crescimento foi um dos pontos destacados pelo coordenador do curso, Felipe Meira. “Eu tenho certeza de que os alunos que estiveram aqui saíram com esse pensamento, com novas formas de pensar, de refletir e de pensar o Direito”, declarou, reforçando também a importância de sair da sala de aula para dialogar com a sociedade. 

A caloura do curso de Direito, Ariana Cabral, ressaltou que a participação no evento é uma oportunidade de conhecer e estreitar as relações com os professores e com outros acadêmicos. “Sem dúvida, esse evento que a FVJ está nos fornecendo é o primeiro passo que a gente está dando nesse ambiente acadêmico do curso de Direito”, avaliou.

Para o estudante Marcondes Azevedo, que já está no 9º período, esses eventos representam oportunidades para adquirir mais conhecimento na área do Direito e aperfeiçoar habilidades e técnicas. “São nesses momentos que nós estudantes vamos ter uma visão do que vamos fazer futuramente. Uns vão escolher a área da advocacia, outros vão escolher a área do magistrado… E assim a faculdade vai ajudando a gente a se encontrar e a se encaixar”, comentou.

Além do professor Valmir Pontes Filho e do coordenador Felipe Meira, compuseram a mesa do debate os professores Igor Moura, Natallie Almeida, Nardejane Martins e o estudante Fernando Neto, vice-presidente do Centro Acadêmico de Direito Barão de Aracati (Cadba). A programação da I Virada Jurídica Cultural segue até sexta-feira (17).

Cine Debate

Mesmo com a abertura oficial acontecendo à noite, o evento teve seu pontapé inicial já pela manhã com o Cine Debate, realizado no auditório do Campus da FVJ. Estiveram presentes os professores José Maia, Nardejane Martins e Natallie Almeida, além dos acadêmicos de Direito.

Foi um momento de dar as boas-vindas aos estudantes e depois discutir sobre um tema bastante sério: a alienação parental. O debate teve início após a exibição do documentário A Morta Inventada. A professora Natallie Almeida fez um balanço positivo do evento. “Foi muito bacana. As pessoas deram impressões pessoais, apresentaram situações da vida cotidiana… O professor José Maia, que já deu aula no curso de Direito, apresentou critérios da Psicologia que envolvem o tema. A professora Nardejane, que é dessa área do direito da família, da criança e do adolescente também contribuiu muito. Foi um sucesso”, comemorou.

O documentário A Morte Inventada tem como objetivo discutir a alienação parental, uma situação que acontece quando um genitor procura afastar intencionalmente o filho ou filha do outro genitor. “Você coloca uma criança no meio de duas pessoas que estão disputando. Uma tenta fazer com que a outra seja odiada, incutindo falsas memórias na mente de uma criança e de um adolescente, que na verdade são seres em desenvolvimento e a gente tem que ter o máximo de cuidado”, explicou a professora Natallie.

Para saber mais sobre o documentário A Morte Inventada, clique aqui.

Visualizar galeria
NAP sob nova direção: Márcia Skibick assume coordenação do núcleo Professora e Doutora em Psicologia, Márcia Skibick Araújo possui vasta experiência acadêmica e de gestão.
8 de abril de 2021
Pós FVJ dá início ao curso de Especialização em Farmácia Clínica e Hospitalar Aula inaugural foi realizada no último sábado, dia 27 de março
1 de abril de 2021
Matrículas abertas: curso de Especialização em Educação Infantil e Alfabetização “A Educação Infantil é uma etapa fundamental do desenvolvimento escolar das crianças. Ao democratizar o acesso à cultura escrita, ela contribui para minimiza...
12 de março de 2021