fbpx

Aluno de Direito é destaque em rede social como produtor de conteúdo web

5 de fevereiro de 2016

O perfil “Direito em Conquista” possui na rede social Instagram mais de 105 mil seguidores. A página foi criada pelo acadêmico de direito, Heitor Morais, da FVJ e ele nos contou um pouco sobre como foi criar e manter esta importante página de conteúdo jurídico, hoje, reconhecida em todo o país.

1) Primeiramente, gostaríamos de uma breve apresentação. Nome completo, idade, lugar onde mora, onde fez o ensino médio e porque escolheu o curso de Direito da FVJ?
Heitor Morais: Sou Heitor Morais, tenho 22 anos, aracatiense. Fiz o ensino médio na E E M Helenita Lopes Gurgel Valente, Viçosa, Fortim. Escolhi o curso de Direito da FVJ, porque a instituição nos oferece uma ótima estrutura e um corpo docente excelente. Deixo a frase a seguir para os que estão mais preocupados com a “fama” da instituição do que com os estudos: “Não é uma faculdade que fará de você um bom profissional na área. Não é tampouco uma boa nota que faz um bom aluno. É o seu esforço diário que faz você ser o que quiser.”

2) Como surgiu a ideia do “Direito em Conquista”?
Heitor Morais: Antes de cursar Direito eu já seguia páginas relacionadas ao mundo jurídico, tanto no Facebook, como no Instagram. Inspirado nessas páginas, no dia 03/11/2014 resolvi criar a minha própria página no Instagram (@direito_em_conquista).

3) De que forma você faz o conteúdo divulgado, de onde vem as ideias, quais são as etapas até a postagem?
Heitor Morais: O conteúdo é feito em alguns programas, como o Photoshop e CorelDraw, e no aplicativo Photo. As ideias dos posts surgem de conversas com amigos, notícias relacionadas ao Direito, etc. Um dos últimos memes que criamos foi sobre o aumento do valor da inscrição do Exame da Ordem. Além dos já citados, músicas como “Aquele 1%” da dupla sertaneja Marcos e Belutti com a participação de Wesley Safadão e séries de TV, como: Suits, The Walking Dead e How to Get Away With Muder, também são usadas como inspiração de posts. Com relação as etapas até a postagem, em regra, faço vários posts, em um dia e vou postando no decorrer da semana, até porque preciso otimizar meu tempo, pois tenho que estudar e a página não pode atrapalhar meus estudos.

4) Você esperava que seu perfil se tornasse um viral?
Heitor Morais: Não considero o Direito em Conquista um viral. Viral é algo que acaba sendo divulgado por muitas pessoas e ganham repercussão (muitas vezes inesperadas) na web. O direito em Conquista foi crescendo aos poucos, assim como quase tudo na vida. No início é difícil, mas quando se tem foco em um objetivo, as dificuldades são degraus que nos levam a vitória. Um ano e três meses depois de criada, a página tem mais de 100 mil seguidores no Instagram, gente de todos os Estados da Federação. Tendo como seguidores, acadêmicos de Direito (e alguns outros cursos), advogados, juízes e delegados.

5) Agora, quais são seus planos como produtor de conteúdo web, onde quer chegar com esse trabalho?
Heitor Morais: Meu objetivo é levar o máximo de conhecimento, motivação e humor aos acadêmicos e demais profissionais que atuam na área jurídica que seguem o Direito em Conquista. Pretendo continuar trabalhando para que a página continue crescendo cada vez mais.

6) Uma mensagem para quem pensa em estudar na FVJ?
Heitor Morais: Não devemos fazer um curso superior simplesmente para conseguir um diploma, mas devemos estudar com amor aquilo que nos dá prazer e nos auxiliará a fazer a diferença na vida dos outros. A FVJ, além de formar profissionais, forma líderes. Pessoas capacitadas para compreender e auxiliar os outros indivíduos, que não ficam à margem da sociedade, que se preocupam com os problemas dos seus semelhantes.




Detalhe da página Direito em Conquista

Detalhe da página Direito em Conquista

Clínica Escola FVJ assina Convênio de Cooperação com a Prefeitura Municipal d... Assinatura aconteceu na tarde da última sexta-feira (22).
26 de outubro de 2021
XI Encontro Regional de Enfermagem da FVJ Evento ocorrerá entre os dias 19 a 22 de outubro, com programação em modalidade híbrida.
19 de outubro de 2021