Biblioteca da FVJ realiza II Tertúlia Cajueiro Florescendo Cultura com exposição de Hélio Santos

Hoje (15) a Biblioteca da FVJ, em parceria com o IVJ, realizou a II Tertúlia Cajueiro Florescendo Cultura, que contou com exposição de Hélio Santos e apresentação teatral de alunos do Colégio Marista, com a peça Descartes, nesse mês festivo do folclore.
15 de agosto de 2017

 

Hoje (15) a Biblioteca da FVJ, em parceria com o IVJ, realizou a II Tertúlia Cajueiro Florescendo Cultura, que contou com exposição de Hélio Santos e apresentação teatral de alunos do Colégio Marista, com a peça Descartes, nesse mês festivo do folclore.

O evento mostrou mais uma vez o empenho da Biblioteca FVJ em trazer de forma atrativa e dinâmica a vivência artística, cultural e de aprendizado para além das estantes. Em dois espaços, no Cajueiro de Serjá e na própria Biblioteca, os alunos puderam vivenciar a arte e a cultura, seja por meio do teatro, da música e da arte plástica.

“Eu acho muito importante essa iniciativa da Biblioteca de trazer para os alunos um pouco dessa questão artística, de trazer essa vivência que muitas vezes acaba sendo esquecida e que é tão importante na formação de um ser humano”, falou Gabriel Bernardo, aluno do Colégio Marista e ator da peça Descartes.

Ainda sobre a apresentação teatral, o diretor e escritor da peça, Erik Willyam, discorreu: “Descartes é uma peça que foi feita para o Fema, projeto do Marista, que tem no elenco eu, Erik Willyam, o Gabriel Bernardo e o Nycollas Paz. Ela retrata um pouco sobre como a sociedade impõe um homem descartável, onde as coisas são tratadas de forma superficial e meramente ilustrativas. Por meio de um jogo de interação e diálogo, eles vão fazendo diversas críticas misturando a comédia com o drama.” A peça de Descartes provocou uma reflexão bem-humorada e impactante ao público que ali estava presente.

Quanto a exposição do Hélio Santos, foi um sucesso! Os alunos se empolgaram para tirar foto com o artista e suas obras, se mostrando agradecidos pela oportunidade de ver se manifestar a arte na faculdade. Hélio falou sobre o papel que utiliza na composição de seus bonecos, resgatando em sua fala, de forma sábia, a origem do papel na história. Ele ainda enfatizou a escassez de companhias de teatro na cidade, bem como a arte no geral, mostrando a esperança de que eventos como esses possam abrir ainda mais a mente da população para as artes.

Noite do dia 23 de julho marca a Colação de Grau 2021.1 Neste semestre, a cerimônia ocorreu de forma híbrida
30 de julho de 2021
FVJ e IVJ fortalecem elos com a Secretaria de Turismo e Cultura de Aracati Encontro aconteceu na manhã de hoje, dia 29
29 de julho de 2021
FVJ firma parceria com a Prefeitura de Jaguaruana Convênio foi assinado nesta segunda-feira, dia 19
21 de julho de 2021