Conheçam Davi Rocha, aluno de Administração que ficou entre os melhores do Desafio Universitário Empreendedor do Sebrae

27 de novembro de 2015

Davi Rocha é morador da cidade de Jaguaruana e aluno do 6º período do curso de Administração da FVJ. Ele participou do Desafio Universitário Empreendedor de 2015 e ficou na 29ª posição do estado, concorrendo com 2300 alunos. Sua boa posição na primeira fase da competição o fez chegar a etapa semifinal e competir com os 40 melhores em Fortaleza.

O Desafio é uma competição, com caráter educacional, que reúne, em torno de rankings, diversas atividades e jogos com o propósito de disseminar conteúdos de gestão, inovação e empreendedorismo entre os jovens universitários.

Em entrevista, Davi nos conta um pouco de como foi seu aprendizado e participação nessa competição, onde ele levou o nome da FVJ, de Jaguaruana e do Vale do Jaguaribe.

1 – Como surgiu a oportunidade de participar dessa competição?
Davi: Não conhecia o desafio universitário, foi nosso professor de Estatística, André, que nos indicou para jogar e avisou que seria muito importante para nossa área, pois curso Administração e os jogos são todos relacionados a empreender.

2 – Explique como foi o todo o processo dessa competição.
Davi: Na plataforma do Desafio tem vários jogos online de empreendedorismo, onde são acumulados pontos. Joguei o ano todo nos tempos livres, com isso, fiquei entre os 40 melhores do estado. O Sebrae custeou todas as despesas para ir participar da semifinal em Fortaleza, do translado até a hospedagem no Mareiro Hotel, na Beira Mar, onde aconteceu tudo o evento da semifinal.
No primeiro dia, os 40 semifinalistas expuseram as ideias de seus projetos, foram escolhidas as 10 melhores. Depois disso, foram formadas as equipes e cada uma tinha quatro pessoas. Minha ideia era bem parecida com a do meu amigo Hemerson de Juazeiro do Norte, com isso formamos nossa equipe com: Amanda, Hemerson, Rafaela e Eu.
Nosso projeto foi o aplicativo +cultura. Ele ajudaria turistas e empresários, tendo uma finalidade distinta para cada segmento de cliente. De um lado, facilita a identificação de pontos turísticos e culturais. Por outro, oferece um espaço destinado à divulgação de hotéis, restaurantes, seus produtos e serviços.
Com isso, começamos a criar o Canvas, que foi divido em três partes. Cada parte era necessário validar. Assim, tivemos que sair do hotel e fazer pesquisas para saber se nosso projeto seria viável e possível de por em prática. Abordamos turistas e empresários de diversos ramos. Fora o trabalho do Canvas, durante os três dias, tivemos atividades em grupos onde éramos avaliados individualmente. Concluímos todo Canvas por volta de meio-dia de domingo, e à noite foi a premiação dos quatro melhores, onde cada um ganhou um troféu e um smartphone.

3 – Finalize falando sobre o que ficou dessa experiência para sua vida.
Davi: Fizemos novas amizades, trocamos experiências, concretizamos atividades, foi um fim de semana perfeito e muito produtivo. Por fim, queria agradecer ao Sebrae e a todos meus novos amigos e principalmente minha equipe a “7”, por tudo. Vou levar esses momentos por toda vida.

NAP sob nova direção: Márcia Skibick assume coordenação do núcleo Professora e Doutora em Psicologia, Márcia Skibick Araújo possui vasta experiência acadêmica e de gestão.
8 de abril de 2021
Pós FVJ dá início ao curso de Especialização em Farmácia Clínica e Hospitalar Aula inaugural foi realizada no último sábado, dia 27 de março
1 de abril de 2021
Matrículas abertas: curso de Especialização em Educação Infantil e Alfabetização “A Educação Infantil é uma etapa fundamental do desenvolvimento escolar das crianças. Ao democratizar o acesso à cultura escrita, ela contribui para minimiza...
12 de março de 2021