Farmácia

16 de maio de 2015

Portaria MEC de autorização nº 567, de 7 de Novembro de 2013, publicada em D. O. U. de 8 de Novembro de 2013.

Objetivos


O Curso de Farmácia terá o objetivo de propiciar uma formação generalista que atenda as necessidades sociais da saúde, e que assegure, prioritariamente, a integralidade da atenção e a qualidade e humanização do atendimento prestado a população, sem, contudo perder a perspectiva regional, estadual e nacional. Nesse sentido, a formação acadêmica proposta busca qualificar farmacêuticos frente aos princípios, diretrizes e práticas farmacêuticas, por meio da compreensão das relações do trabalho em saúde e sociedade, visando o aprimoramento da dinâmica da gestão, a qualificação dos processos de cuidar e a proposição de projetos de intervenção a partir do reconhecimento de diferentes demandas, sustentados por evidências científicas.

Mensalidades

Diurno: R$ 1.018,00 (Mil e Dezoito reais)
Pagamento em dia: R$ 916,00 (Novecentos e dezesseis reais)

Mercado de Trabalho O farmacêutico desenvolve ações de prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde, tanto em nível individual quanto coletivo. Para tanto, a elaboração de fármacos e medicamentos é apenas uma de suas atividades. Envolvido em todas as etapas de produção, ele atua desde a pesquisa e controle de qualidade até sua dispensação. Examina e testa substâncias e princípios ativos que fazem parte da composição destes produtos, e observa as reações provocadas no organismo. O farmacêutico pode preparar medicamentos prescritos pelo médico ou dentista, adaptando-o às necessidades específicas de cada paciente, como a forma farmacêutica (pomada, comprimido, gel, cápsulas, supositórios etc.) e a dose específica. Atua como responsável técnico pelos produtos em farmácias e drogarias, na avaliação da receita médica e na orientação do paciente quanto ao uso racional de medicamentos. Em laboratórios de análises clínicas, pesquisa, registra e realiza exames clínico-laboratoriais e toxicológicos para auxílio do diagnóstico e acompanhamento de doenças. Na indústria alimentícia, controla a qualidade das matérias-primas e do produto final, estudando e estabelecendo métodos para evitar e detectar adulterações e falsificações, a fim de impedir danos à saúde pública. Na vigilância sanitária, sua tarefa é eliminar, diminuir, prevenir ou regular as atividades que possam significar riscos à saúde da população e intervir nos problemas sanitários decorrentes do meio ambiente.

Docentes

Cláudia Costa – Mestra
Eduardo Neto Moreira de Souza – Mestre
Emanuelle Sampaio Almeida Pinto – Mestra
Felipe Crescêncio Lima – Mestre
Felipe de Souza Siqueira – Mestre
Francisco Antônio Ferreira Almeida – Mestre
Jackson Rafael Oliveira Peixoto – Mestre
Janaína Holanda Rodrigues – Mestra
João Vito Barroso de Freitas – Mestre
José Ossian Almeida Souza Filho – Mestre
Júlio César de Sales – Doutor
Jussiara Candeira Spíndola Linhares – Doutora
Tiago Dos Santos Nascimento – Mestre
Valeska Portela Lima – Doutora
Victor Moreira da Costa – Mestre
Wildson Max Barbosa da Silva – Mestre

Coordenação

Prof. João Vito Barroso de Freitas
Contato (88) 3421 9790 | joaovitoprof@fvj.br

Duração: 10 semestres

NAP sob nova direção: Márcia Skibick assume coordenação do núcleo Professora e Doutora em Psicologia, Márcia Skibick Araújo possui vasta experiência acadêmica e de gestão.
8 de abril de 2021
Pós FVJ dá início ao curso de Especialização em Farmácia Clínica e Hospitalar Aula inaugural foi realizada no último sábado, dia 27 de março
1 de abril de 2021
Matrículas abertas: curso de Especialização em Educação Infantil e Alfabetização “A Educação Infantil é uma etapa fundamental do desenvolvimento escolar das crianças. Ao democratizar o acesso à cultura escrita, ela contribui para minimiza...
12 de março de 2021