Universitários são prejudicados por abraçar qualquer oferta de graduação

O Conselho Regional de Educação Física - Cref-5 é aconselhado não registrar formados em instituições não credenciadas pelo MEC.
5 de maio de 2018

O Conselho Regional de Educação Física – ​Cref-5 é aconselhado não registrar formados em instituições não credenciadas pelo MEC.​

Atraídos pela oferta de graduação, no mais das vezes, com investimento muito abaixo do mercado em instituições sem credenciamento do Ministério da Educação, muitos jovens têm sido lesados investindo a melhor fase de suas vidas em busca de um sonho que nunca se concretizará, tanto pela formação discutível quanto pela falta de diplomação.   ​

Na última quarta-feira (02), o Ministério Público Federal no Ceará – MPF recomendou que profissionais graduados em Educação Física por instituições não credenciadas junto ao Ministério da Educação – MEC não sejam registrados e tenham as carteirinhas suspensas.

A recomendação foi feita ao Conselho Regional de Educação Física do Ceará – Cref-5 após investigação do MPF sobre instituições que ofertam o curso irregularmente.

Segundo matéria publicada pelo Diário do Nordeste, o MPF avisa que “instituições não credenciadas junto ao MEC não podem oferecer cursos de nível superior.”

​A Região do Vale do Jaguaribe e Litoral Leste, por outro lado, são contempladas com a oferta de Bacharelado e Licenciatura pela Faculdade do Vale do Jaguaribe,  conceituada pelo MEC entre as melhores do país. 

​Alto conceito, ética e 19 anos de história de compromisso com a região, somente a FVJ tem.

Colação de Grau 2018.2 da FVJ celebrou a formação de 402 acadêmicos O ato solene contou com a presença de familiares, corpo docente e administrativo da instituição
22 de janeiro de 2019
Curso de Farmácia realiza cerimônia de juramento coletivo do CRF-CE Evento contará com a presença do Conselho Regional de Farmácia do Ceará – CRF-CE
22 de janeiro de 2019
Acessibilidade e inclusão no Ensino Superior Na última segunda-feira, 14, a FVJ recebeu o primeiro aluno cadeirante da instituição
17 de janeiro de 2019