fbpx

Vale Conexão: a FVJ, com a idealização do IVJ, recebeu a empreendedora Dona Rosinha para falar sobre liderança

Uma mulher, uma artesã de Várzea Alegre-CE, uma verdadeira líder! Nasceu com um problema congênito de atrofia dos membros, mas isso não a impediu de ser um exemplo de superação ao erradicar o analfabetismo e lutar contra o preconceito e a mortalidade infantil na sua comunidade, a comunidade de Mocotó.
25 de agosto de 2017

 

O nome dela é Maria Miguel de Oliveira. Mas aqui vamos chamá-la com o nome o qual ela é conhecida: Dona Rosinha. Uma mulher, uma artesã de Várzea Alegre-CE, uma verdadeira líder! Nasceu com um problema congênito de atrofia dos membros, mas isso não a impediu de ser um exemplo de superação ao erradicar o analfabetismo e lutar contra o preconceito e a mortalidade infantil na sua comunidade, a comunidade de Mocotó.

“Para mim, hoje o evento teve uma grande importância, porque cada vez que participo de um evento como esse, vivencio uma experiência, porque quando venho dá uma palestra, eu me autoavalio”, falou Rosinha, que vê na palestra uma oportunidade de abordar o empreendedorismo e superação na “realidade, na vida real, no concreto”, a partir do acolhimento do público.

Na ocasião, Rosinha falou sobre toda sua trajetória e os desafios percorridos. Ao ser perguntada como vê o artesanato como contribuinte para o desenvolvimento da região, ela é categórica em dizer: “Eu vejo como um meio de sobrevivência, como uma subsistência financeira. Toda comunidade sobrevive.” Para Rosinha, o artesão é capaz de transformar a realidade da comunidade. Ensinando o ofício de artesão como meio de integração social, ela criou uma associação com mais de mil artesãos que sobrevivem da produção de redes. Prêmio Mulher de Negócios e Prêmio SEBRAE Top 100 de Artesanato, participou da exposição “Mulher Artesã Brasileira”, na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque.

Liderança. Um exemplo de liderança. Assim é Rosinha.

Meu filho, ser líder, é preciso a gente deixar morrer dentro da gente muita coisa. O egoísmo, por exemplo. E viver de forma que haja o amor ao próximo, o amor gratuito. E isso é ser realmente e viver como um líder na comunidade. Ser sincero, ser honesto, finalizou Dona Rosinha.  

Visualizar galeria
2022: NASCE O UNIJAGUARIBE CENTRO UNIVERSITÁRIO Ao completar 22 anos de existência com uma história de êxito e transformação social, impactando milhares de vidas, a Faculdade do Vale do Jaguaribe - FVJ dá ...
30 de dezembro de 2021
FVJ abre seleção para exercício docente no âmbito do Nível Superior Confira o edital e prazo para inscrição!
23 de dezembro de 2021